Carregando ...

O poder da semente

cadesuasemente
cadesuasemente

Texto básico: Marcos 4:26-29

Esta parábola fala a respeito do Reino de Deus, registrada apenas por Marcos e revela que o crescimento espiritual é semelhante ao desenvolvimento de uma planta, um processo contínuo e gradual que termina com a colheita da maturidade espiritual. 

O reino de Deus é assim como se… a proposta aqui é falar do Reino e não da planta. Jesus veio a este mundo com proposito de falar desse Reino. E falar do Reino é compreender o conceito de Rei, do senhorio, de território, de constituição, de lei, de cidadania, de cultura, oferta, enfim tudo que faz com que um Reino exista.

O reino de Deus é assim. Não temos que querer definir, conceituar o que já está estabelecido, ele é assim. O que precisamos é conhecer e nos submeter a ele.

Por direito da criação, este mundo é a terra da coroa, do Reino celestial. Em um reino, todo o território pertence ao rei, é seu domínio real; em um reino não existe propriedades privadas de posse de súditos; o Rei é dono de tudo. Sl 24:1; Sl 115:16.

O que o Rei nos deu não foi a posse, mas ocupamos esta terra como mordomos que obedecem às ordens do Rei supremo dos céus. Ele nos deu o domínio sobre a terra, não como proprietários, mas para expandirmos o governo celestial ao mundo terreno.

E para expandirmos esse Reino no mundo terreno é muito importante entendermos o poder da semente, que é a comparação que ele fez aqui. v.26-27

Expandir o governo celestial é exatamente lançar a semente a terra. Neste mesmo capitulo, Jesus diz para os discípulos v.14 – O semeador semeia a palavra, o que devemos fazer é apenas lançar a semente, mais o mistério da reprodução não sabemos como acontece. A terra por si mesmo frutifica, isso pode durar dias, meses ou anos, a semente já está na terra.

Muitas sementes não germinam porque não trabalhamos a terra, lançamos a semente de qualquer jeito e caem na beira do caminho, jogamos em solos rochosos, semeamos entre espinhos e queremos resultados extraordinários.

O que precisamos ter é a confiança do lavrador – o lavrador lança a semente e vai para casa, não fica em pé na terra esperando o resultado. V. 27-28 – ele tem certeza da produção no tempo certo.

Paulo diz I Co 3:6 – Fp 1:6. Esse crescimento é um mistério

V.28 -Se a terra é boa, vai dar sinais de vida, primeiro a erva, o talo começa a nascer, sem novo nascimento não tem vida, não tem a espiga e não tem o grão.

v.29 – … Meter a foice, porque é chegada a ceifa é entender chegou a hora de sermos levados pelo nosso agricultor, para seus celeiros. O arrebatamento da igreja de Jesus. Precisamos estar prontos para a ceifa. O nosso Agricultor está pronto para vir nos buscar.

Tiago 5:7,8

Deixe um comentário

Conecte-se com a rede social a qual pertence
  Se inscrever  
Notificação de

Veja outros

All articles loaded
No more articles to load
Agenda da Semana Agenda da Semana

Send this to a friend