Carregando ...

Por que uma Igreja em células

celulas
celulas

Texto básico: Isaías 41:6

Somos uma “Igreja em células“. Sabemos que os grupos pequenos sempre existiram desde a época do Antigo Testamento. Lembramos do conselho de Jetro, sogro de Moisés, a cerca de como deveria conduzir o povo e proporcionar-lhes um atendimento de qualidade e um fortalecimento do povo como um todo, dividindo-os em grupos de 50, 100, 1000, etc. 

Em primeiro lugar queremos explicar por que, chamamos este método de administração de uma igreja em “Células”. Romanos 12:5; I Coríntios 10:16; I Co 12:27.

Paulo nos trás a consciência de que a Igreja é o corpo de Cristo e, portanto podemos chamar os pequenos grupos de base, como células, por sabermos que a célula é o menor organismo vivo do corpo humano, capaz de multiplicar-se a si mesmo, e que traz em si mesma, o DNA, ou todas as caraterísticas do corpo, fazendo com que cada célula possua as características principais do corpo, que no nosso caso a característica principal ou o DNA é o próprio Senhor Jesus Cristo. Cristo é a essência, o DNA, é o centro do organismo que contém todas as características do Pai a serem reproduzidas no filho..

Qual foi o plano de ação original da Igreja de Jesus? 

Com certeza não era o de construir grandes prédios e imponentes monumentos ou sólidas catedrais. No início, trabalhar na igreja significava usar algum dom para a edificação do corpo, e não uma atividade religiosa dentro de um prédio.

O plano original da Igreja do Senhor Jesus Cristo era exatamente o equilíbrio entre os grupos pequenos de casa em casa, e os grupos grandes, ou as grandes celebrações nos templos.

ENTÃO O QUE É UMA CÉLULA?

1. A célula não é apenas uma reunião, mas sim um encontro com a presença, o poder e o propósito de Jesus Cristo.

2. VIDA EM COMUNIDADE: Vida em comunidade é onde cada um procura edificar o outro; cada um encoraja os outros a viverem e não a se isolarem dos seus locais de contato; onde orar e ministrar uns aos outros, criar um sentimento de interesse e o desejo de se ter o melhor para o outro; onde o fruto do Espírito é visto de forma evidente para o benefício do grupo;

3. EVANGELÍSTICA: onde cada membro nascido de novo olha além do grupo, a fim de alcançar um amigo ou parente não-salvo a uma experiência de salvação em Jesus Cristo; onde cada membro nascido de novo percebe que cada atividade na igreja é uma oportunidade para compartilhar a sua fé em Jesus Cristo;

4. LIDERANÇA: onde todos os membros nascidos de novo reconhecem o seu papel como sacerdotes diante de Deus; onde todos os membros nascido de novo exercitam seus dons espirituais para a edificação do corpo de Cristo; onde cada membro nascido de novo é encorajado a ter uma atitude de servo; onde cada membro nascido de novo é responsável por uma outra pessoa na célula.

5. VIDA: onde o frescor e o dinamismo caracterizam o corpo como um todo; onde cada célula se multiplica em novas células regularmente; onde a célula se expande em lugares e ministérios que, humanamente, seriam impossíveis de se penetrar. Células saudáveis se reproduzem, células doentes também. Corpo doente se não tratado, morre. (o corpo doente perde a coragem, a força, fica desanimado é desenganado pelos médicos e morre).

6. GUIADA PELO ESPÍRITO: onde todos os membros nascidos de novo estão abertos para a liderança e a visão do Espírito Santo; onde todos os membros nascidos de novo reconhecem a sua falência pessoal e se tornam completamente dependentes da graça de Deus; onde o louvor e a adoração acontecem por amor a Cristo, o cabeça da Igreja.

Por isso o profeta Isaías diz no v. 4 – Quem fez e executou tudo isso? Aquele que desde o principio tem chamado as gerações à existência, eu, o Senhor, o primeiro e com os últimos eu mesmo.

Quem fez e executou tudo isso? foi o Senhor. Ele fez o homem, ele fez você como um organismo vivo, onde em todos nós temos células, para entendermos a necessidade de estarmos saudáveis e ajustados para a reprodução correta. Seu corpo só vai reproduzir saúde se estiver saudável. Passaram-se gerações e gerações desde que o homem foi formado, mas Deus não mudou o formato do homem, ele continua sendo feito com o mesmo formato: corpo, alma e espírito. Continua com os mesmos órgãos que têm as mesmas funções, as mesmas células com capacidades reprodutoras. Por isso ele diz: Aquele que desde o princípio tem chamado as gerações à existência, eu, o Senhor, o primeiro e com os últimos eu mesmo.

O Senhor tem acompanhado as gerações do passado, sua trajetória e da mesma forma que sabe tudo delas, sabe também das gerações futuras. O problema que a humanidade vive hoje é o mesmo, pecado. As células quando adoecem, é como o pecado, degenera o corpo.

Uma pesquisa britânica explicou a forma como as células de câncer se aproveitam do “caos” de seu código genético para se espalhar pelo corpo.

Segundo os cientistas responsáveis pelo estudo, as células de câncer que formam um tumor são muito diferentes entre si e, assim, tornam-se mais resistentes aos medicamentos, facilitando sua proliferação.

A pesquisa, publicada na revista especializada “Nature”, constatou que as células de câncer que usavam sua matéria-prima ficavam “estressadas” e cometiam erros ao fazer cópias de seus códigos genéticos.

Caos e ordem

De acordo com a pesquisa, é a partir desse “estresse” que surgem os erros e os tumores diversos. O pesquisador afirmou que o estudo prova que o estresse de replicação era a raiz do problema e que novas ferramentas podem ser desenvolvidas para lidar com isso.

Eles identificaram três genes perdidos com frequência em células de câncer de intestino diferentes, que foram muito importantes para o câncer que está passando pelo processo de estresse de replicação de DNA. Todos estavam localizados em uma região do cromossomo 18.

Os cromossomos são os responsáveis por carregar toda a informação que as células necessitam para seu crescimento, desenvolvimento e reprodução. Localizados no núcleo celular, eles são constituídos por DNA, que, em padrões específicos, são denominados genes.

Concluímos que esse stress de replicação do DNA, não é a causa somente das células doentes que estão sendo replicadas no organismo humano, mas também o espiritual.

Quando deixamos de levar toda a informação que as células necessitam para seu crescimento, desenvolvimento e reprodução, de levar a essência do DNA do Pai, a essência do ensino, com fidelidade estamos na realidade, reproduzindo células doentes, por isso tantas desistências, tantas células mortas. A ciência ainda não descobriu um meio de cura para o câncer, mais Cristo já nos deu o meio de ressuscitar os mortos. A cruz.

A cruz de Cristo nos leva a reconhecer que temos pecado contra o Senhor, quando nos desviamos do proposito por interesses particulares. Quando deixamos de ensinar a essência de Cristo na Célula para falar mal dos líderes do ministério. Todas as vezes que você se insurge contra uma autoridade, você está reproduzindo uma célula cancerígena, doente em seu corpo. É forte esta palavra, mais todos que conheci que se levantaram contra autoridade morreram espiritualmente,  ministerialmente e alguns fisicamente.

O temor precisa voltar ao nosso coração para entendermos que nossa função é reproduzir através dos dons que recebemos do Senhor, o DNA de Cristo.

TUDO QUE PRECISAMOS ESTA INSERIDO NESTE TEXTO: Ele é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6).

CAMINHO – fala para onde vamos e com quem vamos.

VERDADE – a base de nossa linguagem. Ef 5:25

VIDA – é um processo continuo de relacionamento, com Deus, consigo mesmo e com o semelhante.

Todos que vivem essa vida abundante recebida de Jesus pode viver o que o profeta Isaías disse: UM AO OUTRO AJUDOU E AO SEU PRÓXIMO DISSE: SÊ FORTE!

Deixe um comentário

Conecte-se com a rede social a qual pertence
  Se inscrever  
Notificação de

Veja outros

  • Estudos para as células
A Salvação
All articles loaded
No more articles to load
Agenda da Semana Agenda da Semana

Send this to a friend