Carregando ...

Quem vai arrumar essa bagunça?

Bagunça-exagerada
Bagunça-exagerada

Texto básico: Gênesis 39.2

A vida de José nos ensina como administrar projetos falidos. Qual era o seu segredo? Simples: “o Senhor era com José”. Este era o diferencial em sua vida, a presença de Deus sempre em todo tempo.

 O projeto família é a principal obra de Deus e é a base para tudo acontecer em uma sociedade. O que vemos e vivemos é fruto de má administração do projeto.

José no Egito aprendeu muito, depois de grandes perdas, a aproveitava as oportunidades para reiniciar novos planos. Ele administrou três projetos falidos e em tudo que fez deu certo porque Deus o ajudava.

1º projeto falido – Uma casa desorganizada: Gênesis 39.1-6

Após ter sido vendido como escravo pelos próprios irmãos, José pensou que seus projetos haviam falhado, mas nunca se esqueceu do sonho que Deus lhe deu (Gênesis 37.5-36).

A primeira oportunidade que José teve após ser feito escravo foi de trabalhar na casa de um oficial egípcio intitulado Potifar.

Quando José assumiu o cuidado da casa, tudo começou a melhorar, tanto dentro da casa como no campo ao redor (Gênesis 39.5). Isso significa que a bênção de Deus sobre a vida de José influenciava tudo o que acontecia.

Aqui esta a primeira lição para termos uma casa equilibrada, uma família emocionalmente sarada. O Administrador, o sacerdote, o pai precisa ter a benção de Deus sobre ele. O que aconteceu na casa do Potifar era resultado do amor de Deus por José. A bagunça dentro de uma família começa exatamente aqui, quando o pai, se torna omisso, deixa tudo para a mãe resolver, não decide nada, não faz nada quando algo esta errado, não protege a esposa e filhos, fica calado diante de situações difíceis e constrangedoras e as vezes se torna uma acusador: eu ti disse que não ia dar certo / você teimou e fez do seu jeito e olha aí…

O Pai é a chave para o equilíbrio de uma família. Uma casa sem essa referência tem dificuldade para se manter organizada. Potifar não era referência para sua casa, administrava mal, não cuidava nem da mulher que tinha e sabemos o resultado.

José ao contrário, cresceu em uma casa onde o temor ao Senhor foi ensinado e vivido por Jacó. Cada filho tinha suas obrigações, a esposa estava desempenhando seu papel ao lado do esposo e tudo funcionava debaixo da obediência sem stress. Quando José chegou na casa de Potifar foi fácil ver os erros que tinha porque sua educação o mostrou claramente porque as coisas não funcionava naquela casa e logo começou a agir de acordo com o modelo de seu pai.

Seu patrão notou a diferença com a administração de José e por isso lhe deu total liberdade de trabalhar como quisesse (Gênesis 39.6).

José que em casa de seu pai era apenas um filho e obedecia em tudo seu pai, precisou aprender a administrar uma casa para que no futuro governasse uma nação. Estava passando por um treinamento e não sabia. Pegou uma casa desorganizada para administrar e ali fez o seu melhor, sendo preparado para algo maior.

Paulo orientando seu filho na fé Timóteo, mostrava que tipo de pessoas deveriam ser escolhidas para estarem na frente na casa do Senhor, era pessoas que tinham referencia familiar. (I Tm 3:4-5)

2º projeto falido – Uma prisão sem esperança – Gênesis 39.20-23

Após ter recusado trair seu patrão com a mulher dele, José foi acusado injustamente por ela e então lançado numa prisão (Gênesis 39.7-19).

Mais uma vez viu seu sonho se frustrar, mas confiou que Deus estava com ele mesmo ali naquele calabouço.

Na prisão o carcereiro passou algumas tarefas para José e quando viu sua capacidade de administrar, colocou José como responsável por todo o presídio(Gênesis 39.22,23).

Um lugar imundo, triste e sem esperança. José passou a ter as chaves da prisão, era livre mesmo sendo preso. Transformou aquele lugar e tudo o que fez deu certo.

José passou por aquela cela fria, escura e infeliz para conhecer a injustiça e maldade humana e então aprender a ser um homem justo e bom. Deus estava preparando-o mais uma vez para ser um governador conforme a justiça e bondade. Mesmo sem entender, José aproveitou aquela oportunidade e fez o seu melhor transformando aquele lugar com a presença do Senhor. O segredo da transformação é sempre o mesmo, o amor do Senhor e a Sua presença em nós.

3º projeto falido – Um império decadente: Gênesis 41.39-43

Após um tempo no cárcere, José interpretou o sonho de um padeiro e um copeiro de Faraó (Gênesis 40.1-20). Um dia o Faraó teve um sonho que o perturbou, então o copeiro que havia conhecido José na prisão falou de José ao rei, que mandou lhe chamar (Gênesis 41.8-13). José interpretou o sonho de Faraó e por isso foi constituído como governador de toda a terra do Egito (Gênesis 41.14-38).

Este terceiro projeto que José administrou não seria nada fácil como não foram fáceis os anteriores. O mundo passaria por um tempo de fome e miséria. Por isso Faraó reconheceu que precisava de uma pessoa com sabedoria de Deus para cuidar de seu povo. No meio da crise o Egito prosperou e se enriqueceu (Gênesis 41.46-49 e 53-57).

Chegou o tempo de Deus usar José finalmente para o propósito que tinha para sua vida. Mas primeiro precisou ser preparado. Não foi numa fase boa que José teve a oportunidade de governar a nação, mas foi no tempo certo. No meio da pior crise da história, Deus o usou para abençoar milhares de vidas famintas.

Talvez você esteja vivendo as consequências da crise no país e no mundo, mas Deus está com você (o Senhor abençoou a casa do egípcio por amor de José) e você pode vencer mesmo no meio das dificuldades. Peça ao Senhor que lhe inspire com sabedoria como José para saber o que fazer. Você pode superar esta fase e ser muito abençoado por Deus. Deus quer te usar para abençoar vidas!

A vida de José foi marcada por projetos que falharam. Precisou administrar uma casa desorganizada para aprender como cuidar de uma nação. Conheceu a tristeza de uma prisão para se tornar um homem justo. Administrou um império decadente, no meio de uma grande crise e prosperou.

Se os seus sonhos ainda não se realizaram, se sua família esta desorganizada como a casa de Potifar, se sua nação está vivendo crises e escassez, confie em Deus que restaura projetos. Deixe Deus administrar seus projetos! Dê a ela a resposta que você até então não tinha: Quem vai arrumar essa bagunça? EU

Deixe um comentário

Conecte-se com a rede social a qual pertence
  Se inscrever  
Notificação de

Veja outros

  • Estudos para as células
Atitude
All articles loaded
No more articles to load
Agenda da Semana Agenda da Semana

Send this to a friend