Jacó, um homem transformado por Deus!

jaco
jaco

Genesis 28:10-15

            Apesar das muitas dificuldades e fragilidades que marcaram a vida de Jacó, ele nos deixou preciosas lições. Com certeza, sua história edificará a nossa vida.

            Esse homem era filho de Isaque e neto de Abraão. Ele nasceu agarrado ao calcanhar de seu irmão gêmeo, Esaú.

            Enquanto Jacó costumava ficar em casa, seu irmão era caçador e gostava de ficar no campo. Mas, certo dia, Esaú não conseguiu nenhum animal para comer e chegou faminto em casa. Ele viu que Jacó estava preparando uma refeição, e pediu que lhe desse um pouco.

            Naquele momento, Jacó foi espertinho e propôs uma troca ao seu irmão: eu lhe dou comida e você transfere para mim o direito de primogenitura. Naquele tempo, o filho primogênito tinha a obrigação de cuidar da família, caso o pai morresse; entretanto, recebia a maior parte da herança. Esaú, sem pensar muito, achou um bom negócio, e aceitou a proposta.

            Tudo o que fazemos na vida produz algum resultado. Às vezes, as consequências podem ser boas, outras vezes, muito ruins. Jacó, por exemplo, enganou Esaú; por isso, seu irmão ficou irado e planejou matá-lo. Jacó, então, fugiu de casa, tentando escapar da morte. Ele dirigiu-se a Padã-Arã, local onde morava um tio chamado Labão.

            No meio da viagem, ele precisou passar uma noite em um determinado local, e teve um sonho que marcou a sua vida, ele viu uma escada que tocava o céu. Ele não sonhou com um elevador, que poderia conduzir uma pessoa automaticamente do primeiro ao décimo andar. Como Abraão e Isaque, Jacó precisaria trilhar seu próprio caminho em direção a Deus.

            Precisamos ter experiências com o Senhor e gastar a nossa energia na subida de cada um dos muitos degraus que nos levarão à presença do Altíssimo!

            Jacó fugiu para Padã-Arã, uma planície nos arredores da atual Turquia (Gn. 27:42-45). Lá, ele conheceu sua futura esposa, Raquel, e amou a jovem desde o primeiro instante que a viu. No entanto, teve de pagar um preço alto para conseguir casar-se com ela: Jacó trabalhou sete anos para que Raquel lhe fosse dada como esposa.

            Depois de todo esse tempo de trabalho, porém, Labão enganou seu genro entregando-lhe sua filha mais velha, Lia, como esposa. Mas, tal era o amor de Jacó por Raquel que ele decidiu trabalhar mais sete anos por ela.

            Complicada situação de Jacó, não? Ele acabou sendo enganado pelo próprio sogro!

            Assim foi a vida desse rapaz, cheia de confusão e de situações difíceis. Todavia, não foi dessa forma que sua história terminou. Algum tempo depois, ao decidir retornar para casa de seus pais e resolver seu conflito com Esaú, Jacó teve um verdadeiro encontro com o Senhor, que o abençoou e mudou o seu nome para Israel. (Gn. 32:22-32).

            Jacó foi um homem comum, como qualquer outra pessoa. Ele errou muitas vezes, mas também acertou em outras. Deus cuidou dele com amor e cumpriu, por intermédio de sua vida, a promessa feita a seu avô, Abraão. Deus continua a mostrar zelo para com o homem, apesar de suas fragilidades e de seus fracassos.

Deixe um comentário

Conecte-se com a rede social a qual pertence
  Se inscrever  
Notificação de

Veja outros

  • Estudos para as crianças
A Casa caiu
All articles loaded
No more articles to load
Agenda da Semana Agenda da Semana