Taking too long? Close loading screen.

Ofertando o melhor pra Deus

0

Gênesis 4:1-10

Caim e Abel eram dois irmãos que nasceram depois que Adão e Eva desobedeceram a Deus e comeram o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Abel foi a primeira pessoa a exercer a profissão de pastor de ovelhas, diferente de seu irmão Caim, que se dedicou à atividade agrícola.

Na Bíblia, os pastores de ovelhas possuem muita importância, pois simbolizam o nosso maior pastor: Jesus Cristo (João 10:11). Abel, por exemplo, era uma pessoa cumpridora de seus deveres e realizava seu trabalho com muita dedicação, cuidando de suas ovelhas com carinho e amor. Caim, porém, era um homem temperamental e violento. Certo dia, Abel ofereceu o melhor cordeiro do seu rebanho ao Senhor, um animal tratado com tanto cuidado que, se fosse vendido, custaria muito caro. Caim, por sua vez, ofereceu um punhado de alimentos velhos a Deus, é possível que eles estivessem até estragados!

Foi pela fé que Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que o de Caim. Pela fé ele conseguiu a aprovação de Deus como homem correto, tendo o próprio Deus aprovado as suas ofertas. Por meio da sua fé, Abel, mesmo depois de morto, ainda fala. (Hebreus 11:4)

Lições que podemos extrair deste texto sagrado:

– Em primeiro lugar, Abel antecipou-se aos sacrifícios que seriam estabelecidos por Deus e oferecidos por intermédio do sacerdócio – tais rituais só foram instituídos nos tempos de Moisés (Êxodo 12).

– Em segundo lugar, o cordeiro oferecido ao Senhor por Abel representava o sacrifício pessoal, perfeito e único de Jesus, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. (João 1:29)

O coração de Abel estava em sintonia com o coração do Criador e, por consequência, com o plano de redenção.

Nunca nos esqueçamos, de que para Deus, sempre, devemos dar o melhor.

O Espírito Santo permite-nos entender que as ofertas de Abel são fruto de um coração voluntario; e elas só poderiam ter sido oferecidas por alguém que amasse profundamente o Senhor (Hebreus 11:4). As atitudes de Abel demonstram que ele tinha prazer em praticar boas obras; ao contrário de Caim, cujo atos revelaram-se maus (I João 3:12).

As circunstâncias da morte de Abel fizeram dele o primeiro mártir da história bíblica (Mateus 23:35). Ele também foi o primeiro ser humano a morrer fisicamente; e seu falecimento aconteceu em dolorosas circunstâncias, por um ato violento de alguém que estava movido por profunda inveja – um dos mais nocivos sentimentos (Provérbios 14:30) – até mesmo o Senhor Jesus foi vitima dela (Marcos 15:10).

É muito difícil encontrarmos alguém que tenha o nome de Caim, mas existem milhares que receberam o nome Abel, pois a memória do justo é imperecível (Salmos 112:6).

E você, com quem se parece mais, Caim ou Abel?

Deixe uma resposta