A Festa de Purim

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

ESTA É UMA FESTA DE DECISÕES. MUITAS DECISÕES PRECISAM SER TOMADAS, ENTRE ELAS A DECISÃO DE SEGUIR AO SENHOR:

1ª) Decisão – lutar contra seus inimigos

Segundo os registros do livro de Ester, a festa de Purim comemora o dia da vitória do povo judeu sobre os povos inimigos na época do Rei Assuero, medo-persa, durante o cativeiro dos judeus na Babilônia. Hamã havia emitido um decreto sem o conhecimento total do rei Assuero, determinando que o povo judeu deveria ser exterminado da terra sem qualquer direito de defesa.

Segundo a lei medo-persa, como qualquer decreto, após emitido, não poderia mais ser revo-gado nem pelo próprio rei, a solução encontrada por Mordecai e pela rainha Ester foi a de se emitir um segundo decreto, dando o direito aos judeus de se defenderem. Deus honrou o Seu povo e o fez prevalecer, fazendo cair por terra o plano inimigo de extinguir o povo de Deus da face da terra.

2ª) Decisão – Conhecer o rei e tomar posição.

Apesar de o livro de Ester nunca mostrar algum dos nomes hebraicos do Senhor, é visível Sua presença e como Ele influencia os fatos e os tempos para favorecer o Seu povo. Conhecer os tempos de Deus é fundamental para se avançar no Reino. E isso tem que ser uma chave bíblica para nós, também. Ester, sendo judia, foi feita rainha entre os medo-persas, ao lado do rei Assue-ro. O primo dela, Mordecai, ficou às portas do palá-cio do rei, e o salvou de uma trama inimiga para matá-lo. Temos que nos posicionar às portas do Rei para vigiarmos com Ele, porque Ele quer nos revelar as tramas inimigas para que, por meio do poder de Deus, possamos impedi-las e desfazê-las antes de serem concretizadas. Profetizo que você descobrirá as tramas do inimigo contra a sua vida e as neutralizará pelo poder da sua oração.

3ª) Decisão – conhecer os inimigos do rei.

Hamã, conselheiro do rei, era agagita (Et.3:1-10; 8:3-5). Significa que Hamã era amalequita, porque Agague (de onde vem o termo agagita) era rei dos amalequitas (1 Sm.15:8). É muito importante que entendamos um pouco da genealogia de Amaleque. Amaleque era o neto de Esaú (Gn.36:12) e exterminou todos os habitantes da área compreendida entre a península do Sinai e o deserto de Neguebe. Os amalequitas foram os primeiros a atacar Israel depois do Êxodo, em Refidim. Desde então, todas as ocorrências de ataques amalequitas na Bíblia sempre são tentativas de se exterminar o povo de Deus.

A iniqüidade dos amalequitas era tanta que o Senhor chegou a mandar que Saul os exterminas-se por completo (1 Sm.15:2-3). Porém, Saul desobedeceu. Historicamente, o povo amalequita foi exterminado no século 8 a.C. (1 Cr.4:43). Mas o espírito amalequita permaneceu ao longo da história (até os nossos dias), cumprindo o que o Senhor disse em Êx.17:16: “…ele fará guerra contra Amaleque de geração em geração”.

Quando o Senhor afirma que fará guerra contra Amaleque de geração em geração, significa que a guerra continua até hoje e é perfeitamente possível determinar que o espírito do anticristo está totalmente ligado ao espírito amalequita. O objetivo do espírito do anticristo será sempre exterminar o povo de Deus, e sempre tentar denegrir Jesus Cristo diante da sociedade. Anticristo literalmente significa em oposição a Cristo.

4ª) Decisão – Deixe Deus te usar.

Mas Deus levantou Ester. Um dos significados do nome Ester é escondida. Ela era a arma secreta de Deus. E com isso o inimigo não contava. Ester era intercessora.

Ao saber do edito de Hamã, jejuou e orou por três dias. Comunicou-se com Mordecai, que levou todo o povo de Deus a fazer o mesmo. Intercede-ram, jejuaram e finalmente Hamã foi desmascarado e morto em sua própria forca.

Decrete em sua vida que você é uma arma secreta de Deus para ver os seus inimigos espirituais (veja Ef.6:12) enforcados nas próprias forcas que haviam preparado para você!

Por fim, Deus honrou ao Seu povo, que ganhou o direito de se defender e derrotou os inimigos no dia 13 do mês de Adar. Assim, a existência do povo de Deus foi preservada. Os planos do inimigo foram impedidos!

Decrete o mesmo em sua vida hoje! O livro de Ester foi escrito para demonstrar que:

1. Deus jamais abandonará o seu Povo
2. O poder de Deus sempre sobrepujará o poder do inimigo
3. A intercessão faz a história e acelera o cumpri-mento da Palavra de Deus aqui na terra
4. Os decretos que Deus emitir em sua vida serão sempre superiores aos decretos do inimigo sobre a sua vida
5. Devemos orar pela paz em Jerusalém

Comemore a Festa de Purim com este sentimento:

1. De que a Igreja do Senhor Jesus Cristo na terra tem o poder hoje para guerrear e impedir que o espírito do anticristo realize extermínios do povo de Deus aqui na terra

2. De que finalmente o Senhor Jesus, quando voltar, derrotará o anticristo em pessoa. Isso é fato. No mundo espiritual já foi consumado. Temos que ligar os céus aqui na terra.

A Paz do Senhor a todos vocês!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend