Família, desenvolvendo o Reino de Deus na Terra

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
familia
familia

Texto básico: Lc 17:20-21

 

Entender que o Reino de Deus está dentro de nós não é uma tarefa fácil, até porque vem acompanhado da pergunta: Então, por que não vivemos de acordo com o que está estabelecido dentro de nós? Por que não obedecer aos princípios e leis que existem neste Reino? Ficamos buscando novidades, rompendo com Deus e andando do jeito que queremos de forma irresponsável, desprezando o santuário, nosso corpo, utilizando dele como quer e muitas vezes de forma irresponsável, não dando ao corpo descanso, envenenando-o com bebidas, drogas e outros vícios.

Jesus de maneira muito sábia demonstrou claramente aos discípulos como funciona o Seu Reino. Era como se dissesse: O meu Reino funciona com atitudes, com ações e não com palavras.

Havia uma família em Betânia que Ele amava muito: Marta, Maria e Lázaro. Um dia mandaram avisar a Jesus que Lázaro estava enfermo. Ao receber a notícia, Jesus não se preocupou, apenas disse: “Esta enfermidade não é para morte e sim para a gloria de Deus, a fim de que o Filho de Deus seja por ela glorificado”.

Dois dias depois, disse a seus discípulos que precisava ir para Judéia porque “nosso amigo Lazaro adormeceu, mas vou para desperta-lo” (Jo 11:11). Seus discípulos não entenderam nada e foi preciso dizer claramente: “Lázaro morreu”. Quando disse isso, Jesus acrescentou: “Por vossa causa me alegro de que lá não estivesse, para que possais crer, mas vamos ter com ele” (vs.15).

O que acho interessante é que os discípulos de Jesus estavam caminhando com Ele, vendo seus milagres, ouvindo coisas maravilhosas, no entanto Tomé ainda disse assim: “Vamos também nós para morrermos com ele” (vs.16). Embora parecesse uma atitude heroica (até morrer com seu mestre) na realidade não estava acreditando que sua viagem era para ressurreição e não para morte.

Se você pensa em ver o Reino de Deus, se já fez até esta pergunta (como os fariseus): quando viria o reino de Deus? Jesus está disposto a mostrar que o Reino já existe há muito tempo, só não é vivido por muitos. Para ver sua manifestação é preciso 3 passos importantes:

Ir ao Seu encontro – Marta quando soube que vinha Jesus, saiu ao seu encontro: Maria, porém ficou sentada em casa (v.20).

Percebemos 2 atitudes, a da que foi ao seu encontro e da que ficou sentada em casa. O mais interessante aqui é que Marta foi aquela que em Lc.10:40 diz que estava agitada de um lado para outro, ocupada em muitos serviços e foi queixar-se para Jesus que sua irmã não a ajudava porque estava sentada aos pés de Jesus ouvindo seus ensinamentos. Jesus lhe respondeu que Maria tinha escolhido a melhor parte que não lhe seria tirada. Muito bem, porém na hora da dor, da crise, da perda, quem correu atrás de Jesus foi Marta, Maria ficou em casa. Percebemos isso numa família onde há muitos desajustes, muitos problemas de relacionamentos, enquanto um vai ao encontro de Jesus, buscar ajuda, buscar solução, ou outro não se interessa por nada, não quer estar junto com Jesus, em Sua casa, com Seu povo, decide ficar em casa como Maria. Ninguém vê o Reino sentado em casa vendo TV, ouvindo som, lendo jornal, chorando ou coisa parecida, é necessário encontrar-se com o Senhor do Reino. Sem encontro não há comunhão, não há contato, não há familiaridade, não há relacionamento.

Pedir a Deus – Mas também sei que, mesmo agora, tudo quanto pedires a Deus, Deus to concederá. (v. 22)

Para quem você tem feito seus pedidos? Em quem você tem posto a sua confiança. Muitos recorrem a amigos (as) ímpios, atrás de conselhos, vai se queixar para os pais do cônjuge, pedindo que fale com a pessoa, que exerça influencia, pressão para uma mudança, infernizando mais ainda a família. A bênção de poder ouvir esta expressão, tudo quanto pedires, está ligada ao nível de intimidade que foi gerado do seu encontro com Ele. A noiva de Jesus, sua igreja, tem que se preparar para entrar na recamara, no nível mais profundo de intimidade com Deus, podendo usufruir de todos os seus direitos. O tudo de Deus está liberado para os seus, para todos aqueles que decidem viver em intimidade com Ele.

Crer em Deus – …Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá. E todo o que vive e crê em mim não morrerá eternamente. Crês isto? (v. 26)

Quando você consegue passar por estes 3 estágios, (encontrar com Ele, pedir e crer) Jesus está pronto para te mostrar como Seu Reino funciona. O Mestre chama Maria, ela fazia parte dos projetos de Deus ainda que tenha ficado em casa, Jesus não queria que ela ficasse fora da benção, Jesus sempre envolve a família, ela ainda tinha a oportunidade de ver a manifestação do seu Reino.

Os judeus que estavam em sua casa consolando Maria, foram atrás dela. Eles não sabiam onde ela ia, deduziram que talvez fosse ao tumulo chorar (vs.31).

Nós temos 2 lugares onde podemos ir: no lugar da morte ou da vida. Maria poderia ter ido ao lugar dos mortos, no cemitério, no tumulo, mas ela decidiu buscar a vida que havia em Jesus. Quantas vezes na hora das maiores dores e crises de nossas vidas decidimos buscar lugares de mortos, lugares de morte.

Jesus fez uma pergunta direta para Maria: Onde o sepultastes? (vs.34).

O Mestre quer ouvir suas respostas também. Você quer ver o Reino, quer ver milagres, mas onde sepultastes tua fé? Onde sepultastes tua esperança? Onde sepultastes os teus sonhos? Em outras palavras, onde você os guardou? Quando enterramos nossa fé, nossos sonhos, nossa esperança, estamos mandando um recado para Deus: não confio em ti, não creio no Seu poder, esta causa é muito difícil.

Jesus encaminhou-se para o túmulo. (v.34) Era o momento mais esperado por todos, a vida vindo encontrar-se com a morte, Aquele que vive e reina para sempre vindo ao túmulo, ao lugar dos mortos. Foi Jesus que foi ao tumulo, foi Ele quem desceu de sua gloria, quem decidiu mudar de vez a sorte dos homens, veio neste mundo de mortos para operar o maior milagre da humanidade a ressurreição. Ninguém é capaz de fazer algo assim, só quem possui o Reino, quem tem a autoridade de Rei.

E o Rei deu uma ordem ao mundo espiritual e no mundo físico. No físico: tirai a pedra e no espiritual: Lázaro pode sair. Chegou a hora da manifestação do Reino através de você, venha.

Deus quer manifestar Seu Reino na tua vida também. A pedra que estava na porta do tumulo de Lazaro, era grande, dura, pesada. Sua luta é esta pedra, dura, difícil de vencer, de tirar, pesada, você não aguenta mais carrega-la, mais hoje o Senhor vai manifestar Sua graça poderosa e você vai experimentar o milagre na sua vida.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend