Pai Nosso

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
painosso
painosso

TEXTO:Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Teu nome”. (Mateus 6:9-13)

Jesus ensinou seus discípulos, através do seu exemplo, a entenderem e conhecerem a Deus num relacionamento muito mais próximo e pessoal: como Pai. Podemos conhecer a Deus como o Todo Poderoso, como o Jeová Rafá (o Deus que nos sara), como Shalom (o Senhor da nossa paz), como Jeová Jireh (o Deus da provisão), ou como o profeta Isaías descreve: o Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Príncipe da Paz. Mas, acima de todas as coisas, precisamos conhece-lo como Pai.

Podemos conhecer quem serão nossos amigos, mas o pai é Deus quem escolhe para nós. Há uma importância muito grande no pai biológico. Ele é responsável por nos ensinar, nos proteger, nos amar, formar nosso caráter com princípios e valores corretos, nos alimentar e sustentar. E dentre tantas coisas que o pai precisa fazer, nós só precisamos fazer uma: HONRAR, que significa dizer: obedecer, respeitar, amar.

De igual modo, nosso pai celestial também tem responsabilidades conosco. Seguindo a oração ensinada por Jesus, vemos alguns princípios que precisamos viver:

– Venha o teu reino, seja feita a Tua vontade (vs.10) – Se quisermos agradar o coração do Pai, precisamos fazer a Sua vontade, fazer aquilo que lhe agrada. E o que mais pode agradar o coração de Deus, senão que o Seu Reino cresça nesta terra? Que vidas conheçam a Jesus? Fazer a vontade de Deus é obedecer e cumprir o que Ele nos mandou: ganhar vidas, fazer discípulos, levar a mensagem da salvação.

– O pão nosso de cada dia nos dá hoje (vs.11) – Quando nos preocupamos em agradar o coração de Deus, Ele, como nosso pai, se preocupa em suprir todas as nossas necessidades (Filipenses 4:19).

– E perdoa as nossas dívidas (vs.12) – O Pai corrige a quem ama. O Pai perdoa. Ele não guarda rancor, não recompensa com o mal. Essa é uma lição que nos mostra o tamanho do Seu amor por nós. Só quando se ama é que se perdoa, se aceita e restaura o relacionamento. Podemos até errar, mas o nosso Pai celestial está pronto para nos perdoar e restaurar nossa vida.

– Livra-nos do mal (vs.13) – Deus, sendo nosso Pai, nos dá segurança para viver em paz. Pode até vir o dia mal, mas estaremos seguros, protegidos (Salmo 91).

Jesus, mesmo sendo o Filho de Deus, nunca deixou de honrar seu pai terreno – José. E também nunca deixou de honrar ao Pai celestial. Esta é a lição que precisamos aprender e viver: honrar nossos pais aqui na terra é um mandamento que, quando obedecido, nos dá direito de viver muito (Êxodo 20:12); e honrar nosso Pai celestial, o Senhor, entregando nossa vida para Ele, e decidindo fazer a Sua vontade, que é boa, perfeita e agradável (Romanos 12:2), e assim, o nome Dele seja santificado em nossas vidas e através de cada um de nós.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend