A Igreja Liberta

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
igrejaliberta
igrejaliberta

Atos 12:8

A igreja em Jerusalém estava crescendo muito e incomodando a muitos, a perseguição a igreja do Senhor já havia apedrejado Estêvão até à morte, e Herodes matara Tiago, irmão de João, ao fio da espada. Pedro também foi encarcerado. Como Tiago e Estevão já estavam mortos, isso chamou a atenção da igreja a orar intensamente por Pedro. Eles oravam juntos, oravam nas casas, oravam quando ia aos seus aposentos.

As vezes Deus permite certas coisas para chamar a atenção do seu povo a voltar a ter vida com ele. Nossas orações de intercessão são a chave de uma libertação genuína. Diante de obstáculos aparentemente intransponíveis, a oração é o mais poderoso canal de comunicação com Deus, que sempre proverá uma solução. A palavra para esse nível de oração grega: ektenõs significa “fervorosamente, ardentemente”.

O Diabo queria parar o agir da igreja, a manifestação linda do Espirito Santo. Desde o começo, no Éden, é a mesma história: o diabo querendo aprisionar a igreja do Senhor Jesus. Havia quatro escoltas de soldados para guardarem o discípulo, isto é, dezesseis soldados, onde dois soldados dormiam acorrentados também a Pedro.

Herodes queria matar o apóstolo na Páscoa nos dias dos “pães asmos”. Nessa festa, o pão era comido sem fermento, e isso simbolizava a pureza, a separação para Deus, ou seja, a santificação. Parecia não haver saída para Pedro: sua morte fora decretada. O inimigo pode até estar preparan-do uma festa para chegar a hora de lhe matar, mas creia que seu milagre chegará, pois ainda existe uma igreja que ora por você. A oração tem o seu poder.

A bíblia relata que um anjo apareceu no cárcere onde Pedro estava. Não sei em qual situação você se depara no cárcere. Os cárceres da vida não foram feitos apenas como uma forma de castigo para quem erra, mas também como um adestramento para sua liderança. No caso de Pedro, ele não errou, por isso quando o anjo chegou, o encontrou dormindo, descansando, a única coisa era que Pedro tinha largado suas arma-duras. Como você se encontra no cárcere? Tranquilo, porque sabe que está ali para aprendiza-gem, ou desesperado porque sabe que está nessa situação por causa de uma semeadura e agora está colhendo?

Pedro representa a Igreja. E o texto de Mt.16:18 declara “que as portas do inferno não prevalecerão contra ela”, então podem até armas contra você, podem até lhe jogar nas cadeias da vida, mas o Senhor enviará o anjo e te tirará dessa situação, e quando ele vem:

1. Trás luz onde há trevas (vs.7).

Cárcere é lugar de escuridão física e espiritual; é onde você não enxerga uma saída, uma solução, que o anjo do senhor traz a luz. Luz nós sabemos que é o conhecimento que você tem das verdades do Senhor. Note que a medida em que a luz apareceu, as correntes foram tiradas de Pedro. O conhecimento do evangelho liberta de toda as amarras e grilhões. Na luz do senhor não tem como ficar prostrado.

2. Cinge-te (Ef.6:4, I Pe.1:13)

Era como se o anjo estivesse colocando de volta as armaduras de Pedro, as armaduras da igreja. Era como se estivesse falando: Pedro não acredite que esse é o seu fim, esse não é o fim da igreja, não é porque aconteceu com Tiago e Estevão que acontecerá com você! Cinge-te, abraça-te com a verdade, ata-a ao seu lombo e se prepara para guerra. É com a verdade que se vence o pai da mentira.

3. Calça as sandálias (Ef.6:5, Rm.10:13-15)

Paulo nos explica a necessidade de estarmos livres para anunciar o evangelho da salvação. A preocupação do Senhor era que Pedro voltasse a calçar suas sandálias. Era como se o Senhor estivesse lhe orientando: volte a pregar, volte a anunciar o evangelho. Uma vez que o próprio Jesus Cristo já tinha limpado os seus pés, Pedro da mesma forma que entrou no cárcere, ficou. Diferente de José, no Antigo Testamento, que trouxe libertação para todos ao seu redor através dos sonhos de Deus. Nossos sonhos no Senhor não vão morrer em uma prisão. Paulo no Novo Testamento estava em uma prisão, e trouxe salvação para toda uma família (At.16:24-32).

4. Tome seu manto

Capa fala de identificação, fala de unção dobra-da, fala de uma representação no mundo espiritual. Vemos o que trouxe destruição à uma família: uma capa babilônica de idolatria (capa de Acã). Mas também vemos o poder que uma capa representou na vida de Eliseu: uma unção dobrada para operar os milagres de Deus.

Pedro tinha acabado de experimentar o poder do Espirito Santo em sua vida, estava vivendo dias sobrenaturais de suas manifestações. Esse poder não pode ser deixado quando estamos no cárcere. Pedro é solto e volta para onde a igreja está reunida. Bate na porta e ninguém abre, só depois de lhe verem e terem certeza que era Pedro que foram abrir a porta. Para quem abriram a porta? Para Pedro, a figura da igreja ou a figura do próprio Cristo (Ap.3:20). Quando você assume sua identidade em Cristo, as portas se abrem na sua direção, Deus envia Seu anjo e te dá vitória!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana