Chamados Para Servir

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
chamadosparaservir
chamadosparaservir

I Samuel 17:40 e 49

Precisamos entender a essência do nosso chamado. Esse texto nos mostra para quê fomos chamados e os passos para ter um ministério de êxito.

1. Desça ao ribeiro.

Davi sai com um propósito: cuidar das ovelhas do pai. Mas recebe uma ordem diferente quando chega a um lugar onde a sua fé foi provada e a unção foi confirmada. A unção que está sobre a sua vida sempre será provada e precisa ser confirmada todas as vezes que você passar por uma prova.

Israel vivia um dia onde o exército encontrava-se em crise. Davi foi obedecer a ordem de seu pai (vale a pena ouvir a ordem do pai), e quando ele chega naquele vale, tudo mudou – ele se sentiu desafiado a derrubar um gigante. E é assim que começa uma das histórias mais apaixonantes da Bíblia, onde Davi num dia comum, assim como hoje, teve sua visão mudada por Deus. Hoje é o dia que Deus quer mudar sua visão, é dia de você tomar uma atitude diante dos gigantes que te afrontam.

Quando Davi chegou diante da afronta, ele tomou uma atitude. Todas as vezes que você estiver diante da afronta, tome uma atitude, não fique perdido, sem saber o que fazer. Descer ao ribeiro hoje vai determinar o nosso futuro.

Da mesma forma que Davi escolhe as pedras no ribeiro, Deus escolhe Davi e diz “este será o meu servo para reinar”. Deus escolheu Davi para reinar, como também escolheu Jesus – Davi aqui aponta para Cristo, o escolhido desde a fundação do mundo para governar.

Quando Davi (Cristo) foi chamado por Deus, logo viu o gigante. Ele desce ao ribeiro (este mundo) e começa a escolher as pedras. Vs.40 nos mostra qual foi sua escolha.

De onde Davi retirou as pedras? Do ribeiro. Por que do ribeiro? Porque as pedras do ribeiro não eram iguais as pedras das montanhas, dos desertos. As pedras do ribeiro são purificadas pela água; a água vai tirando as imperfeições.

Somos como a pedra bruta que precisa passar pelo ribeiro para ser purificada. A palavra de Deus é essa água que nos limpa, limpa nosso caráter e vai consolidando os princípios.

João 15:16 – Deus fez a sua escolha, e esta não é qualquer escolha. Jesus foi escolher as pedras que estavam envolvidas com a Sua palavra, estavam mergulhadas no ribeiro, na Sua palavra, na Sua presença.

Quando Davi escolheu as pedras parecia algo insignificante, mas tem coisas que parecem insignificantes e tornam-se significantes. Quando Deus te dá uma ordem, aquilo que parecia insignificante torna-se importante.

Davi foi separado no meio de seus irmãos. Temos muitos que dizem ser cristãos hoje, mas os separados (com dedicação ao estudo da palavra, oração) são poucos. São poucas pedras que são selecionadas. Nem todos conseguem matar gigantes, vencer suas guerras.

Estas 5 pedras escolhidas são os 5 ministérios que precisam ser vistos hoje no meio da igreja de Jesus (Efésios 4:11). Se quisermos ver os gigantes no chão, não vamos fazê-lo do nosso jeito e nem sozinhos.

1ª PEDRA: Apóstolos.

A afronta não era contra Davi, mas contra Israel. Quando a afronta vem sobre o território, é como se viesse contra você, contra a tua igreja, tua família. Essa é a visão de um líder. Por isso a primeira pedra são os apóstolos. O apóstolo é um embaixador, mensageiro; tem um ministério que abrange todo o território que está sendo enviado. Vs.49 – Somos as pedras escolhidas por Deus, mas a funda é a visão que nos toma e nos lança para conquistar.

2ª PEDRA: Profeta.

Um profeta é porta voz de Deus, cuja mensagem é admoestação ou predição. O ministério profético consolidou-se com o maior profeta da Igreja: Cristo, de quem todos testificavam.

3ª PEDRA: Evangelista.

Evangelista é mensageiro de boas novas, desempenha a obra de um missionário, levando o Evangelho a lugares onde ainda é desconhecido (II Tm.4:5). Hoje não se fala mais nisso e nem se encontra pessoas que queiram ir buscar o perdi-do. Vemos claramente na igreja um comodismo e conformismo com seu próprio conforto.

4ª PEDRA: Pastores.

São aqueles que apascentam as ovelhas. O ministério pastoral é uma consequência – depois da ação do apóstolo (espíritos territoriais), profetas (liberando a palavra de Deus sobre o que está por acontecer), evangelista (anunciando as boas novas), aí entra o pastor para cuidar do que foi conquistado. Não se tem rebanho sem passar por essas etapas. Jesus foi o bom pastor.

5ª PEDRA: Mestres – aquele que ensina.

Observe que a obra de Deus precisa destas pedras chaves para se desenvolver. Seguir e servir a Cristo não é um peso, fardo, mas é alegria, prazer. Deus hoje está escolhendo as pedras que Ele vai usar nesta geração. Jo.15:16.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend