O verdadeiro sentido da Páscoa

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
overadeirosentidodapascoa
overadeirosentidodapascoa

Muito se fala sobre a páscoa. Por onde vamos nesta época, encontramos coelhos e ovos, espalhado nas decorações de lojas e supermercados. Mas esta não é a verdadeira páscoa.

A celebração da páscoa é uma ordem divina, e esta celebração começou quando o povo de Israel foi liberto do Egito. A última praga que veio sobre a terra foi a da morte dos primogênitos, mas toda casa que tivesse o sangue do cordeiro na porta, nesta casa haveria vida, por isso, eles deveriam comer juntos e celebrar isso.

I Coríntios 5:7 diz “Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós”. Veja que coisa mais linda! O primogênito de Deus, foi morto como um cordeiro, na cruz do calvário, para que todos nós, que fomos salvos pelo seu sangue, pudéssemos ter vida, e vida em abundância.

Páscoa e Purim são duas festas parecidas. Aprendemos que Purim é a celebração do povo de Israel por ter sido anulado o decreto de morte que estava sobre eles, através da Rainha Ester. E assim como o povo foi liberto da morte, todos aqueles que tem uma experiência com Jesus, são salvos por Ele, e tem a vida de Deus no seu coração, também são libertos da morte eterna, a morte espiritual, e podem viver a vida abundante eternamente.

Um clamor anulou o decreto de morte, e nós não podemos deixar de clamar pela vida. Não podemos abrir mão da oração, pois há poder quando oramos. Deus ouve a oração dos seus filhos e responde. Não podemos esquecer quem é o autor da vida, quem é o Deus que pode nos libertar. Jesus Cristo é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29). Quando clamamos por Ele, podemos ser libertos e perdoados.

Assim celebramos com alegria esta vida que Deus nos dá. Não precisamos de coelhos, nem de ovos, porque temos o vinho (que representa o sangue de Jesus, que nos purifica de todo o pecado; e também representa a alegria renovada dentro de nós) e o pão (que representa o corpo de Cristo, que foi dado em sacrifício por nós, para que não fossemos mortos, mas sim, perdoados). Podemos olhar para Jesus e saber que Ele é a nossa pascoa, Ele é o nosso verdadeiro Purim, aquele que nos liberta do pecado, nos dá vida eterna. Ele é o motivo da nossa alegria e da nossa celebração.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend