Jesus – Um Exemplo de Amor

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
jesusmaiorexemplodeamor
jesusmaiorexemplodeamor

Oséias 1:2-3

Deus mandou que Oséias casasse com Gômer, uma mulher prostituta, que levava uma vida de regalias. Depois de casados, ela começou a traí-lo. E como a lei era muito dura, havia duas alternativas para ela: ou morria, ou ia para o mercado de escravos. Ela foi para o mercado e ali ninguém quis comprá-la, porque ela não tinha formosura, era mal falada, má, difícil de relacionamento.

Um dia Oséias decidiu ir ao mercado de escravos comprar sua mulher. Ao passar pelas ruas, as pessoas lançavam chacotas sobre ele, pois não entendiam como ele resgataria uma mulher sem nenhum princípio. Enquanto passava, ele recebia todo nível de traumas na alma, porque o povo é impiedoso nesta hora, não sabe ser complacente e misericordioso. No entanto, Oséias entrou no mercado de escravos, parou em frente a sua mulher e disse: querida minha, amada minha, não sei quanto é o teu preço, mas pagarei e vou te restaurar. Volta para casa que eu vou te encher de amores.

Esse casamento é um paralelo do grande amor, compaixão e fidelidade de Deus para com o homem, a qual foi escolhido para se relacionar com Ele. Assim como Oséias fez com Gômer, de igual modo Deus fez com você. Ele disse: “tu estás prostituída; caminhas na tua própria vontade; o teu amor não é sincero, é negociável; o teu amor não é de renúncia e nem de verdade, não é um amor de princípios. Porém, Eu entrarei um dia nesse mercado de escravos chamado mundo, através do Meu Filho. Ele morrerá por ti. Entregarei meu filho, o maior tesouro que tenho. Tudo isso em resgate de ti e te arrancarei das mãos dos opressores, porque Eu quero casar contigo”.

Eu vou lhe ministrar justiça

O que é justiça? Às vezes somos encontra-dos em falta, então, Ele está dizendo: vou lhe colocar na balança e verei o que pesa na tua história de vida e estabelecerei em você a justiça, porque Eu como Noivo, não posso casar com uma noiva injusta.

Eu vou lhe ministrar retidão

O homem que anda em retidão não trilha dois caminhos, não tem duas vontades, não faz o seu papel e o de outro. Deus quer que a nossa vontade se volte para a Sua vontade. Uma das coisas mais extraordinárias que o homem tem é a vontade. Mas, a nossa vontade precisa ser vivida cem por cento na vontade de Deus.

Eu vou lhe ministrar o meu amor

O amor de Deus é um amor que dá as condições de renúncias de tudo aquilo que compromete a aliança. Tudo aquilo que põe em risco a fidelidade do nosso amor para com Deus, precisa ser renunciado. Renuncie! Não é para você renunciar o indivíduo, mas as ideias que são contrárias aos princípios do Reino. Deus quer nos ministrar o Seu amor incondicional: que tudo sofre, tudo suporta, tudo espera.

O Messias realizou esse ato tão nobre pela igreja. Apesar de conhecê-la e saber dos seus defeitos, Ele decidiu que investiria na sua vida para que houvesse um resultado tremendo em Seu Reino e em Sua Glória. Todos nós fomos resgatados do mercado de escravos e fomos transportados para o Reino do Seu amor (Fp.2:5-11 e Cl.1:13; 2:12).

Um dia Davi fugiu de Saul e se escondeu em uma caverna. Ali percebeu que não estava sozinho, havia centenas vadios, rejeitados, marginais próximos àquele lugar. Davi então tratou daqueles homens, enquanto Saul o per-seguia. Ele começou a ser rei provando da unção de Deus, transformando pessoas que não eram aceitas na sociedade, fazendo deles homens fiéis à liderança de Davi.
Às vezes nós queremos que as pessoas nas nossas células sejam excelentes, que cheguem sem problemas, que não deem trabalho… Mas, esquecemos que todos nós fomos comprados no mercado de escravos. Deus nos resgatou, teve paciência (e ainda tem!) conosco e assim devemos agir com nossos discípulos.

Assim como Oséias passou pela rua e foi gozado, um dia Jesus atravessou aquelas ruas de Jerusalém com a cruz nas costas, foi escarnecido, zombado, escarnecido, cuspido, ridicularizado, mas Ele dizia a si mesmo, se este é o preço para tê-lo comigo, eu pago. A cruz foi o alto preço pago por você; mesmo não merecendo, Ele disse: Eu o levarei de volta para o meu Pai.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend