A Cruz de Cristo

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

Muitos têm experiência com a religião, mas não com Deus. Por isso, estamos vivendo uma nova Reforma, porque a proposta é novo nascimento.

Deus está trabalhando no caráter da Igreja porque Ele não se alegra com a nossa religião, mas sim com nosso caráter tratado.

O religioso quer provar que conhece a Deus mais do que o próprio Deus. Já os apaixonados se rendem, compreendem e se alegram com as novidades de Deus.

A Cruz é o remédio para a humanidade. Tudo que você precisa está na Cruz. Não há necessidade de buscar honra humana, a Bíblia diz que devemos nos gloriar na Cruz de Cristo.

A forma de entendermos a Reforma é pela Cruz, entendendo que quando levarmos a mensagem da Cruz, ensinando que Jesus morreu e ressuscitou por nossos pecados, será como foi com Jesus.

Quando Cristo estava na Cruz, de um lado estava o zombador e do outro, o que creu. Muitos crerão e serão ressuscitados em todas as áreas de suas vidas; outros zombarão e não aceitarão o Evangelho. Contudo, não podemos deixar de pregar a Jesus, o Cristo ressuscitado.

A última notícia que deve estar em nossos lábios não é a que ouvimos nos jornais, mas a que a Bíblia nos traz diariamente: Cristo ressuscitou e podemos ressuscitar com Ele!

Quando vamos para a Cruz não nos escondemos, pelo contrário, nos expomos para sermos tratados, abrindo mão das nossas carnalidades.

Só há upgrade na ressurreição para aqueles que se expõem e decidem ser tratados diariamente, lapidados, sem descer da Cruz e dar lugar ao velho homem.

O ato do Calvário é completo. Quem não passa pela Cruz não sabe a importância do Evangelho.

Yeshua, quando foi para a Cruz, cumpriu Sua missão e deixou aberto para nós o poder da ressurreição. Passar pela Cruz nos dá direito a ressurreição que nos torna reformistas.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend