O Chamado de Deus

[social-share-display display="1561552678" force="true"]
ochamadodedeus
ochamadodedeus

TEXTO:Não fostes vós que me escolhestes; eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça…” (João 15:16)

Há uma frase que diz “Deus não escolhe os capacitados, mas capacita aos escolhidos”. Mas, quem são os escolhidos de Deus? Eu e você! Nós temos um chamado de Deus para nossa vida e, se quisermos cumpri-lo com êxito, precisamos entender algumas coisas:

  • Quem somos? (Identidade)

Quando Deus criou o homem, Ele lhe deu uma identidade; o homem foi feito à Sua imagem e semelhança, recebeu a vida de Deus (o fôlego que foi soprado em suas narinas) e foi criado pelas mãos do próprio Deus. Essa era sua identidade.

Todos os profetas quando foram levantados, sabiam exatamente quem eram: boca de Deus na terra. Eles deveriam falar o que Deus falava. Assim também os sacerdotes, que eram representantes de Deus na terra, responsáveis por trazer os princípios de Deus para o povo. Da mesma forma, Jesus, quando veio a esta terra, ele tinha uma identidade: era 100% Deus, mas também era 100% homem. Ele assumiu a nossa natureza mas não deixou de lado quem Ele era, não abandonou sua essência.

O segredo de termos uma vida bem sucedida no Reino de Deus está em sabermos quem somos neste reino: Somos filhos de Deus, príncipes e princesas do Senhor; temos a vida de Deus em nós; somos a diferença, o sal e a luz; somos os responsáveis por refletir Jesus para os outros.

  • Qual nosso propósito?

Fomos chamados para cumprir uma missão. Adão, quando foi criado, tinha 3 propósitos bem específicos. Ele recebeu de Deus a ordem para dominar sobre todas as coisas, exercer governo, autoridade; Deus viu que ele não poderia ficar só, e lhe deu uma esposa, para que ele pudesse ser um sacerdote e ter um lar ajustado, aprendesse a ter relacionamentos saudáveis; mas acima de tudo, ele foi feito para ter comunhão com Deus, todos os dias o Senhor o visitava para conversar com ele. Essa era a missão de Adão. E como um privilégio, sua casa era um jardim.

Moisés, um grande profeta de Deus, sabia também qual era o seu propósito: libertar o povo de Israel do Egito e leva-los à terra prometida. Jesus, o filho primogênito de Deus, também tinha clareza e certeza do seu propósito: morrer por nós, para nos dar a vida; sofrer em nosso lugar, para que nós pudéssemos ser livres. Assim foram tantos outros que a Bíblia relata.

Saber qual é o nosso propósito muda todo o sentido da nossa vida. Saber que Deus nos escolheu, nos chamou e nos designou para, além de sermos Seus filhos, sermos seus amigos, e irmos por todo mundo levando o evangelho da salvação (Mt.28:19), faz toda a diferença na nossa caminhada e na nossa história.

  • Quem me chamou?

Satanás é muito astuto. Ele cria situações e se aproveita de circunstancias para nos tirar do foco do nosso chamado. Veja o que aconteceu com Adão: ele comeu do fruto proibido e isso trouxe um caos para toda a humanidade, porque ele perdeu a unção de administração (para cuidar do seu tempo corretamente, sem negligenciar no cuidado com as demais coisas), ele perdeu a saúde do seu relacionamento com Eva (o relacionamento deixou de ser saudável e cheio de paz e alegria), perdeu a benção de morar no jardim, e sobretudo, perdeu o privilégio da comunhão diária com Deus. Sua vida virou de cabeça pra baixo. Tudo por causa de uma semente maligna de dúvida no coração de Eva.

A estratégia dele, embora os anos passem, permanece a mesma: assim como fez com Eva, ele trouxe dúvida sobre Moisés de que ele conseguiria libertar o povo (dúvida de que era Deus realmente quem estava falando com ele na sarça). Essa dúvida fez Moisés esquecer por um instante quem o havia chamado.

Jesus é o melhor exemplo pra nós: mesmo sendo julgado, desprezado, humilhado, envergonhado, Ele permaneceu firme ao seu propósito porque sabia quem o tinha chamado. Você não tem como caminhar para um lugar sem direção.

Nosso principal desafio está exatamente no nosso chamado. Não deixe o inimigo te roubar o privilégio da comunhão com Deus (como fez com Adão), te frustrar nos seus relacionamentos (como fez com Moisés, quando ele matou o egípcio e precisou fugir da cidade), te deixar em dúvida de quem você é (como tentou fazer com Jesus dizendo “se tu és o filho de Deus…”) ou de quem te chamou. Não permita que satanás te cegue no teu propósito. Fique firme. Deus não errou quando escolheu você. Você é a escolha certa de Deus.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend