A Procura de um Líder Restaurador – Parte 2

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

Neemias 1:1-4

Vimos na semana passada como nasce um líder, como Deus levanta o que não é para se tornar um. Neemias estava diante de um desafio e não fugiu dele, não se omitiu e ficou apenas na zona de conforto, “vou orar por eles”. Ele assumiu a responsabilidade, abrindo mão de palácio do rei, onde morava bem e tinha todas a suas necessidades supridas, para estar no meio de um povo que estava na miséria, ruína e pobreza.

Que homem era esse que tinha a pretensão de mudar isso tudo? Era apenas um copeiro. Não tinha linhagem real, não tinha influencia política, não tinha dinheiro, porém assumiu a responsabilidade, acreditando ser a resposta para sua geração.

Para que vejamos restauração na vida de pessoas, famílias e da nossa sociedade, é necessário mais do que discutir a situação atual da sociedade, discutir os erros de nossa liderança política, os roubos… É necessário ter coragem para tomar atitudes.

Ne 2:17-18 – Pessoas que nos desafiam são as que nos amam. Neemias desafiou o povo a edificarem os muros. Como é bom ter um líder que nos desafia. Em qualquer área de nossas vidas, não conseguiremos êxito relevante a não ser que envolvamos outras pessoas na mesma visão, ao ponto do comprometimento – Influência. O sucesso de Neemias se deu porque ele foi capaz de converter um povo à sua visão, fazer de uma gente acomodada e desistida, um exército de reconstrutores altamente comprometidos com a causa.

Qual o segredo do sucesso de Neemias?

1. Paixão.

Homens de influência são movidos por uma paixão e não simplesmente por um encargo ou estratégia. Antes de sair para sua missão, antes mesmo de imaginar qualquer ação, Neemias se derrama em lágrimas diante do Senhor. A visão nasceu no coração dele e não em sua mente; conquistou primeiro os
seus sentimentos para depois conquistar a sua razão.

Tamanha foi a influência de Neemias que todos os cidadãos de Jerusalém fizeram sua parte no imenso trabalho de reconstrução dos muros (Ne.4:6). Quando trabalhamos em equipe, cada um assumindo e executando seu trabalho, a obra fica mais leve e ganha muita velocidade.

2. Não ficou paralisado com os opositores. 

Claro que toda obra tem seus opositores, o diabo não vai ficar olhando você triunfar, vai reagir. Neemias também encontrou seus opositores, mas ele estava disposto a restaurar a cidade de Jerusalém. Sambalate e Tobias simbolizam governos – Sambalate era governador de Samaria e Tobias era da família nobre dos amonitas; eram gente influente. Nossos inimigos nos intimidam pela força e pela influência que exercem.

Nosso sucesso deixa o inimigo furioso. Todo guerreiro desperta a fúria e desgosto no inimigo. Mas aquilo que parecia humanamente impossível, tornou-se realidade!

Os dias são os mesmos, o Senhor está nos despertando e veremos um mover restaurador a partir de nossas vidas. É tempo de ter atitude diante do caos. Neemias não foi nenhum “grande profeta”, não veio de uma linhagem nobre ou real, era um homem comum, mas disposto a ouvir o coração de Deus e realizar Sua vontade. Ele simplesmente olhou a sua volta, viu o caos de Jerusalém e do povo que ali habitava e teve a atitude correta: se colocou a disposição, e o Senhor realizou uma tremenda obra em sua vida!

Chegou nossa hora, O Senhor nos levanta nesse tempo para ser socorro na vida de muitas pessoas, muitas famílias e sobre nossa cidade, estado e nação.

Você foi chamado para ser um líder restaurador cnessa geração! Assuma o seu papel! Chegou nossa hora! Esse é o nosso tempo!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend