Cuidando de Vidas Com Amor

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

At.10:1-4; I Ts.3:1-10

Cornélio era um centurião que morava em Cesareia. Tinha uma responsabilidade diante da corte italiana de cuidar de 100 soldados, conduzi-los, adestra-los e deixa-los prontos para a guerra, assim como todos os outros centuriões. Porém, ele tinha um diferencial: era um homem piedoso e temente a Deus. Mesmo sem conhecer a Cristo e ao evangelho na sua essência, fazia muitas esmolas ao povo e de continuo, orava a Deus (vs.2).

Por causa deste coração consolidador, Deus se revelou a Cornélio (vs.3). Quando você cuida de vidas com amor, você move o braço de Deus em teu favor.

A consolidação é o coração da visão celular. Após haver conquistado aquelas almas em Tessalônica (At.17:10), o Ap. Paulo sentiu a necessidade de voltar a vê-los, com o objetivo de consolidar-lhes a fé. Por que: *Muitos crentes tessalonicenses estavam desconsolados por causa de entes queridos que já haviam falecido (4:13-17); *alguns andavam ociosos (4:11), e *até mesmo desordenada-mente (5:14). *Alguns sentiam-se tentados a voltar aos vícios dos pagãos (4:1-8). *A perseguição era intensa (3:3-4). *Outros atacavam os motivos e o caráter de Paulo (2:1-12), enquanto *outros ainda ansiavam pela sua presença (3:6).

Diante de tantas situações adversas, o Apóstolo entendeu que deveria voltar a Tes-salônica e visitá-los. Paulo entendia que uma pessoa só permaneceria firme nos caminhos do Senhor Jesus Cristo se fosse devidamente consolidada.

A consolidação não é uma atitude isolada e temporal, mas é o processo mais eficaz para se formar um discípulo. Vejamos algumas realidades da CONSOLIDAÇÃO:

1) A Oposição (3:18)

Sabendo que se conseguir interromper o processo de consolidação, conseguirá tirar a pessoa do Caminho de Jesus, Satanás se levanta e intensifica os ataques ao CONSOLIDADOR, com vistas a fazê-lo desistir.

2) A Estratégia (3:1-2)

O Apóstolo Paulo não se rendeu à primeira oposição que se levantou ao processo de consolidação. Usou de estratégia e enviou Timó-teo, seu filho na fé. No processo de consolidação você deve envolver o máximo de pessoas comprometidas com Deus. Sua célula e discípulos devem participar do processo.

3) A Consciência da Urgência (3:5).

O consolidador tem consciência da necessidade urgente do serviço que faz. O Ap.Paulo deixou bem claro no final do vs.5 que se demorasse um pouquinho mais o trabalho poderia se tornar inútil.
4) O Estilo de Vida do Consolidador (3:10).

A consolidação é um estilo de vida, não apenas uma atitude em momentos isolados. O Apóstolo Paulo, consolidava aqueles Tessalonicenses através da oração diária e do empenho, buscando reparar deficiências na fé cristã.

5) O Resultado da Consolidação (3:12-13).

Se quisermos de fato presenciar e participar de uma grande multiplicação, precisamos nos empenhar na consolidação. Foi exata-mente isso que aconteceu com Cornélio, quando Pedro chegou para consolidar aquele coração com o ensino da palavra. Cornélio estava esperando por ele com seus parentes e amigos íntimos (At.10:24) – ele não ficou sozinho, não queria a benção só para ele e sua casa, fez uma célula rapidamente, e o que aconteceu naquele lugar ? Caiu o Espírito Santo sobre todos. A confirmação veio do céu, ungindo aqueles homens, todos falavam em línguas e engrandeceram a Deus.

Esta mesma experiência Deus quer dar a você. Hoje é dia de multiplicar tudo aquilo que Deus lhe entregou.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend