Enfrentando e Vencendo Gigantes

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

I Samuel 17

Davi tem sido referência para nós em muitas coisas. A vida desse homem nos confronta diariamente. Que tipo de cristãos somos?

Israel estava em dificuldades com essa guerra, mas a maior dificuldade deles não estava na quantidade de soldados, nem no tipo de armas que usariam, e sim, no medo de começar.

1. Davi não abriu mão do seu chamado (Vs.40).

A circunstância era totalmente adversa ao que ele estava acostumado a fazer. Seu ofício era pastor, mas ele não soltou o seu cajado, pelo contrário, manteve suas convicções, o que sabia fazer.

A maioria de nós, diante dos problemas, esquece que são crentes, que são lideres, que são pastores e quer entrar na guerra como cidadão comum, abre mão dos ensinos que tem recebido e quer usar as armas de Saul.

Davi não abriu mão de quem ele era, sua essência falou mais alto que sua natureza humana.

2. Davi foi ao lugar certo – ao ribeiro.

De onde Davi retirou as pedras? Do ribeiro. Por quê? Porque as pedras do ribeiro não eram iguais a das montanhas, dos desertos. As pedras do Ribeiro são purificadas pela água. A Palavra é essa água que nos limpa, limpa nosso caráter.

As pedras que matam gigantes estão mergulhadas no ribeiro. A água do Ribeiro vai limpando e firmando, consolidando em nós os princípios (I Co.15:58).

Davi tirou 5 pedras lisas do Ribeiro e pôs no alforje de pastor; ele tinha 5 oportunida-des diferentes para destruir seu inimigo, mas usou apenas uma. “Ele virá contra ti por um caminho, mas por 7 fugirá da sua presença” (Dt.28:7).

A pedra, lisa, trabalhada, esculpida pelo Senhor, foi bastante para resolver o problema.

Ef.2:20 – Cristo é a pedra angular. Ele é suficiente para resolver qualquer problema na nossa vida, para derrubar qualquer gi-gante que nos afronta.
O que acontece conosco muitas vezes é que temos a mesma atitude do exercito de Israel: vamos para o campo de batalha e ficamos ouvindo as afrontas do inimigo, deixando que suas palavras nos intimidem, nos desmotivem; não olhamos para o ribeiro e nos colocamos como pedras vivas, sendo trabalhadas para essa guerra.

Quer vencer? Quer crescer? Tome uma atitude como a de Davi: “não posso andar com isso” (armadura de Saul), não posso mais andar com esses argumentos na minha vida, tantas desculpas para não ser fiel, para não realizar o ide, para não cuidar de vidas, para ficar de „cara pra cima‟, numa vida extremamente confortável.

O teu chamado é para reproduzir Cristo nesta terra, sendo valente como Davi, não tendo medo dos gigantes que se levantam diante de você.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend