A Presença de Deus no contexto da Nova Aliança

[social-share-display display="1561552678" force="true"]

Efésios 4:6.

Quando Cristo veio a esta terra, morreu e ressuscitou dentre os mortos, foi inaugurada uma nova aliança que Deus firmou com a humanidade (Mt.26:28).

A nova aliança é baseada no sangue de Jesus Cristo e a presença de Deus tem três aspectos: Deus sobre nós, Deus em nós e Deus operando por meio de todos nós.

DEUS SOBRE NÓS.

Refere-se ao governo de Deus sobre nossas vidas. Todas as profecias concordam que Jesus Cristo é o Senhor (At.2:36).

Submeter-se ao senhorio de Cristo é guardar seus mandamentos, viver a Palavra. Não se trata de uma simples confissão da boca, mas sim de submissão à Palavra (Mt.7:21-23).

Uma igreja que obedece à vontade de Deus e aprende a ouvir a voz do Espírito Santo vive o avivamento.

DEUS EM NÓS.

Trata-se da presença do próprio Deus vivo em nós. Na Antiga Aliança, Deus esta-va no meio do seu povo por meio da arca.

Quando Jesus veio, ele era Emanuel, Deus conosco, pois estava entre os homens, mas não nos homens. Como falou João: “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós […]” (Jo.1:14).

Porém, ao ressuscitar, Jesus liberou o Espírito Santo sobre os discípulos e este passou a habitar permanentemente nos discípulos. Este era o objetivo da nova aliança: Deus dentro de nós por meio do Espírito Santo (Ez.36:26-27).

Cristo em nós é a esperança da glória (Cl.1:27). Ter a Palavra dentro de nós é ser carta viva, escrita pelo Espírito de Deus e lida por todos os homens (II Co.3:2-3). Como Jesus, nos tornamos a Palavra viva nesta terra (Jo.1:1-14).

DEUS AGINDO POR MEIO DE NÓS

(Deus através de nós).

Isso decorre do fato de sermos corpo de Cristo. Ele é a cabeça e a igreja é o corpo, razão pela qual as nossas obras devem ser as mesmas de Cristo (Ef.4:15; 1:23).

Como, então, fazer as obras de Cristo? Pela fé. “Em verdade vos digo que aquele que crê em mim fará também as obras que eu faço e outras maiores fará, porque eu vou para junto do Pai” (Jo.14:12). Devemos crer na Palavra de Deus, a qual afirma que a onipotência do Criador opera em nós (Ef.3:20).

O Senhor Jesus escolheu que nós levássemos o seu nome nesta terra. Diante disso, sobressai o quanto somos privilegiados na nova aliança. Lembre-se de que, na antiga aliança, o Senhor ungia as pessoas para que desempenhassem certa função; Hoje, o Espírito Santo habita permanentemente conosco e podemos testemunhar a respeito de Cristo (At.1:8).

A nova aliança nos trouxe a presença de Deus em três aspectos: Deus sobre nós, Deus em nós e Deus por meio de nós.

Jesus Cristo é o ministro da nova aliança e por meio dele participaremos dessas bênçãos, desde que creiamos nele (Jo.3:16).

 

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Veja outros

Agenda da Semana
Send this to a friend